IGC do Brasil Informática Ltda


Zoom no pessoal da IGC !
  • IGC do Brasil Informática Ltda
  • Tel/Fax: (11) 3816-2232
  • e-mail:vendas@igc.com.br
  • www.igc.com.br

A IGC do Brasil é uma empresa nacional, fundada em 1992 por empresários e técnicos da indústria de informática para atender à distribuição no Brasil do VM/386: o premiado Sistema Operacional Multiusuário/Multitarefa para DOS

Estabelecida uma rede de revendas credenciadas de âmbito nacional, o produto atingiu um parque instalado de mais de 4.000 clientes, ao redor de 20.000 usuários, e revelou-se especialmente talhado para a área da pequena automação comercial, pela sua simplicidade, estabilidade e baixíssimo custo de manutenção.

Esta exposição à área de pequena automação comercial mostrou a necessidade de desenvolver e oferecer, a preços coerentes com este mercado, aplicativos que fossem uma ferramenta não só de automação mas também de gerenciamento da pequena empresa e que fossem continuamente renovados e atualizados. Isto tudo em um ambiente que proporcionasse ao pequeno empresário suporte técnico, suporte ao produto e consultoria de negócios, de uma forma profissional e contínua.

Desde então, a empresa se especializou na automação do comércio, formando técnicos de desenvolvimento e de suporte que atendessem seus clientes com alto padrão técnico e eficiencia.

Sua base instalada de aplicativos para automação já supera a escala de 1.500 clientes, cerca de 3.000 usuários, em todo o Brasil.

Hoje a IGC do Brasil se orgulha de manter a distribuição dos produtos que são a evolução do VM/386: o VM/Pro, Multiusuário/Multitarefa para DOS, o Servidor de Terminais MTerm para Windows NT, e principalmente, de oferecer a família de produtos ELF, uma linha completa de sistemas integrados para atender os mais variados perfís de comércio.


História da Empresa IGC Inc.


Direcionado para ambos, micros e mainframes

A Intelligent Graphics Corporation, Inc. (IGC) se estabeleceu em 1985 em São José, California. A empresa iniciou como desenvolvedor especializado em hardware de vídeo para o mercado de CAD/CAM, mas logo apareceu uma oportunidade que mudou o curso da IGC para sempre. Por volta de 1987, se tornou claro que os microcomputadores logo seriam rivais dos poderosos computadores grandes. No mesmo ano a IGC comprou um time talentoso de engenheiros da Softguard System, Inc. A união das equipes da IGC e Softguard produziu uma poderosa força de desenvolvimento somando 150 anos de experts em programação em microcomputadores e mainframes - o tipo de união para aproveitar desde a grandeza do grande porte ao micro sobre a mesa.

A visão do time da IGC foi desenvolver um sistema operacional host/terminais baseado na provada tecnologia de mainframes (da arquitetura do IBM VM/370), que poderia utilizar o poder e recursos do emergente padrão de microcomputadores (o Intel 80386), e que poderia suportar o mais popular sistema operacional monousuário (MS-DOS). Como um sistema, eles creditavam, seria irresistível para as necessidades dos pequenos negócios à computação de alta performance.

A visão da IGC foi 100%. O resultado foi o VM/386.

O VM/386 foi desenvolvido para o processador Intel 80386 como um sistema operacional 32-bits desenhado para oferecer um multitarefa preemptivo real e tasks DOS "multithreading", com toda a estabilidade e velocidade dos sistemas mainframe. Usuários em terminais texto não inteligentes ou estações gráficas estariam habitados a compartilhar o mesmo PC e ainda pareceria como se tivessem seu próprio PC. E começou a ser usado em todos os cantos.

Desde que iniciou em 1987, o VM/386 foi um sucesso. A IGC investiu milhões de dolares na família de Produtos do VM/386 e se estabeleceu firmemente como o líder em tecnologia de multiuário DOS/Windows. A lista de prêmios para o VM/386 é bastante longa e inclui "Technical Excellence Award da PC Magazine e multiplos "Editor's Choice Awards".

Mais importante que a opinião dos críticos foi o julgamento do mercado. Por todo o mundo desenvolvedores de aplicações de processamento de transações de pequenos escritórios identificaram o VM/386 com a viabilidade e estabilidade. Por volta de 100.000 instalações, o VM/386 está nos setores de missões críticas como pontos de vendas (POS), administração e controle de estoque, controle de processos em indústrias.

De lojas de Pizza nos Estados Unidos e no Brasil, plataformas petróleo no Brasil, poderosas instalacões nucleares na Alemanha, unidades coletoras de impostos na Russia, os negócios são feitos rápidos e seguros, graças ao VM/386.

Líder em gerar tecnologia

Desde o início, a IGC tem jogado firme e influenciado no desenvolvimento de tecnologia de microcomputadores do padrão da indústria. Esta liderança continua hoje.

Originalmente localizada na mesma rua da Intel Corp., os engenheiros da IGC trabalharam próximos dos projetistas da Intel, assegurando que o VM/386 utilizaria as capacidades da nova arquitetura de CPU 32-Bits, e dando "feedback" para a Intel nas sucessivas versões dos projetos de CPU. Desde então, a IGC se manteve no topo das mudanças de projeto das CPUs Intel, assegurando que o VM/386 foi otimizado para os sistemas i486 e Pentium.

Em 1990, a IGC cooperou com a Intel, Microsoft, e outros para criar a especificação DOS Protected Mode Inteface (DPMI). O DPMI é um padrão para gerenciar a memória estendida que quase todos os programas modernos obedecem. O VM/386 foi o primeiro multiusuário DOS a suportar DPMI, o que também permite suportar o Microsoft Windows.

Hoje a IGC emprega um time de engenheiros especialistas cujo a bagagem varia desde Intel e Symantec a NASA. Estes engenheiros têm décadas de experiência com assembler com modo protegido 32-Bits e código C, DOS e Windows internamente, pilhas (stacks) de protocolos de rede e comunicação de dados.

Investindo pesado no Futuro

A IGC está se dedicando aos seus usuários no mercado vertical, e redobrando seus esforços para servir unicamente às suas necessidades. Integradores e desenvolvedores de processos de transações têm aceitado o VM/386 como a plataforma ideal para suas aplicações, a IGC deve continuar também a ganhar seus negócios e respeito. Mais que 91% de usuários de mercado vertical continuam a instalar sistemas baseados em DOS, e estão exigindo uma plataforma que seja rápida, fácil de instalar e manter, mais flexível e mais segura.

Em agosto de 1995, a IGC avançou na tecnologia e posição de mercado adquirindo a linha de produtos 386/MultiWare de seu concorrente, Alloy, uma subsidiaria da Impulse Technology, Inc. O Multiware foi o mais longo campo de prova de qualquer sistema DOS multiusuário do mercado. Adquirindo a tecnologia da Alloy - e os sua base de 50.000 usuários - posiciona a IGC no provedor número um de multiusuário DOS na industria de software.

A IGC está indo de encontro e excedendo estas demandas. A versão mais recente do VM/386, Versão 5.0, melhorou dramaticamente a performance em relação à versão anterior. A versão 5.0 faz a instalação por apenas um passo, tem uma interface mais amigável, gerenciamento completo do sistema em modo remoto e melhorou com o login e segurança de dados. Mesmo com as melhorias da 5.00, já está em andamento o desenvolvimento de próxima versão. Assim como a tecnologia muda e melhora constantemente, também ocorre com o VM/386.

Em 1998 lança dois novos sistemas multiusuários para Windows NT: o MTerm, um sistema multiusuário para terminais assíncronos ou micros emulando terminais (locais ou remotos) e o MultiNode, um multiusuário gráfico para placas Maxstation da MaxSpeed.

Como a IGC reforça sua presença no mercado vertical, está agressivamente buscando novas oportunidades de mercado. Com a experiência da IGC em multitarefa, gerenciamento de dispositivos, redes e comunicação remota, ela está atualmente planejando oferecer produtos para o mercado multi-milionário de comunicações.


Retornar uma página Volta à primeira página